9 de dez de 2011

Museu de Grandes Novidades - telhado verde em 1950

Fonte: Popular Mechanics/Retronaut
Outra previsão da Popular Mechanics, em fevereiro/1950, que chegou perto da nossa realidade é o emprego da área do telhado para melhorar o conforto térmico da casa, solução que lembra os telhados verdes cada vez mais empregados nas grandes cidades, já existindo projetos de leis, como no Rio de Janeiro, que os tornarão obrigatórios para as novas construções.

Museu de Grandes Novidades - compras online em 1950

Fonte: Popular Mechanics/Retronaut

Em 1950, a Revista Popular Mechanics saiu com uma matéria com previsões de como seria o mundo no início do século 21 e algumas delas ficaram incrivelmente muito próximas da realidade, como a compra online sem sair de casa.

24 de nov de 2011

Novidades no DDS ONLINE

O DDS ONLINE [ www.ddsonline.com.br ] está de cara nova e com novidades. Dê uma conferida. O Herbert Faria, gestor do DDS Online, informa que agora os novos temas de DDS são classificados em categorias, por exemplo: meio ambiente, saúde, segurança, construção civil, escritório, etc. Os temas antigos continuam no menu DDS Básico e os novos temas serão adicionados no menu DDS Temas. Além disso, para diversificar mais a linha de atuação do DDS Online, foi criado o DDS News. Com ele você fica por dentro de todas as notícias que são relevantes para os profissionais da área de saúde, meio ambiente e segurança.

A sigla DDS significa Diálogo Diário de Segurança. Algumas vezes, também é usada a expressão DDSMS, ou seja, Diálogo Diário de Segurança, Meio Ambiente e Saúde. Trata-se de um método usado na prevenção de acidentes e impactos ambientais. Com o DDS, os princípios básicos de Segurança, Meio Ambiente e Saúde são disseminados em toda a organização.

11 de nov de 2011

Reciclagem de óleo de cozinha cresce no Rio

Em 2011, serão recolhidos pelo Programa de Reaproveitamento de Óleos Vegetais do Estado do Rio de Janeiro (Prove) sete milhões de litros óleo de cozinha. O óleo de cozinha vira sabão e biodiesel.

O programa estadual de recolhimento de óleo vegetal usado engloba 30 cooperativas de catadores e mais de 80 bares, restaurantes e hotéis.
Bares e restaurantes repassam 80% do volume. Já se paga R$ 1 por litro de óleo usado.

O Decreto Municipal RJ n°2.889/2010 proibe o descarte inadequado por pessoas jurídicas.


Fonte: Flávia Oliveira, O Globo, 7/11/2011, Caderno Economia, Negócios & Cia.

1 de nov de 2011

FilmAmbiente

FilmAmbiente Festival Internacional do Audiovisual Ambiental
Rio de Janeiro – de 18 a 25 de novembro de 2011
O primeiro FilmAmbiente terá doze longas e dezesseis curtas em competição. Todas as exibições serão gratuitas.

Os filmes em competição serão exibidos no Arteplex, na praia de Botafogo, e alguns serão seguidos de debates com seus realizadores ou especialistas especialmente convidados para o evento.
Os outros locais de exibição serão: Espaço Museu da República e Instituto Moreira Salles, além do Espaço Multimídia do Jardim Botânico, da Comunidade do Morro do Chapéu Mangueira e Babilônia e do Cineclube Nós do Morro, no Vidigal.


Para solicitar convites, entre em contato com info@filmambiente.com

31 de out de 2011

150 anos de Reflorestamento da Floresta da Tijuca

Com esta Portaria do Império, de 11/12/1861, teve inicio o reflorestamento da Floresta da Tijuca com uma equipe de 33 empregados e seis escravos, comandada pelo Major Archer, que com 80 mil mudas replantou a maior floresta urbana do mundo, atualmente inserida no Parque Nacional da Tijuca.

A portaria tentava estabelecer a ordem humana numa floresta que deve ser naturalmente desordenada. Felizmente, não foi cumprido o artigo 3° que definia o plantio em linhas retas, paralelas entre si, sendo as de uma direção perpendicular às de outras e com a distância de 25 palmos entre as árvores.

7 de out de 2011

Tendências da Auditoria Ambiental Legal no Brasil

Luiz Carlos De Martini


Após 20 anos de existência no Brasil, observam-se novas tendências na auditoria ambiental exigida por órgãos governamentais de controle ambiental como instrumento legal para o apoio ao licenciamento ambiental.

A auditoria ambiental legal teve início em 1991, no Rio de Janeiro, com a Lei n° 1898 e depois foi sancionada em vários estados, tais como: Espírito Santo (Lei 4802/93), Rio Grande do Sul (Lei 11520/00) e Paraná (Lei 13448/02)

Em 2002, o Governo Federal sancionou a Resolução CONAMA 306 para a realização de auditorias ambientais compulsórias em algumas atividades específicas (como instalações portuárias, refinarias e plataformas de petróleo), quando criou um avanço com a qualificação mais rigorosa dos auditores através da certificação de auditores (Portarias MMA n° 319/03 e n° 353/05).

Com o cumprimento destes diplomas legais, os responsáveis pelos órgãos de controle ambiental comprovaram a utilidade desta ferramenta de apoio ao licenciamento ambiental e identificaram oportunidades de evolução.

Assim, percebem-se algumas tendências da auditoria ambiental legal no Brasil através de novos diplomas legais que surgiram recentemente visando a melhoria da eficácia dos resultados da auditoria.

Exemplificando, no Rio de Janeiro a Resolução CONEMA n° 21/2010, que aprova a DZ-056. R-3 - DIRETRIZ PARA REALIZAÇÃO DE AUDITORIA AMBIENTAL, dispõe sobre as novas responsabilidades, os procedimentos e os critérios técnicos para a realização de auditorias ambientais. Na nova DZ-56 destacam-se os seguintes tópicos:

- AUDITORIA AMBIENTAL DE CONTROLE: realizada a cada renovação ou requerimento de licença ambiental para verificação detalhada do desempenho ambiental da organização em operação, com base em conformidade legal e em suas políticas e práticas de controle.

- AUDITORIA AMBIENTAL DE ACOMPANHAMENTO: realizada a cada ano, com ênfase no acompanhamento do Plano de Ação da última auditoria ambiental, complementando-o com novas medidas advindas de eventuais exigências do órgão ambiental, alterações significativas nos aspectos e impactos ambientais, mudanças em processo, entre outros.

- O fomento para a melhoria do desempenho ambiental das empresas através da avaliação de INDICADORES DE DESEMPENHO AMBIENTAL.


Outro exemplo que confirma a tendência da Resolução CONAMA 306 de qualificação mais criteriosa dos auditores ambiental é a Portaria FEPAM n° 40/2010 que estabelece os critérios para o cadastramento de auditores e exige a comprovação de Certificado de Credenciamento do Auditor junto ao órgão acreditado pelo Inmetro ou organismo internacional de certificação de auditores.


Desde que seja citada a fonte, permitimos a reprodução, em qualquer meio, de trechos ou da íntegra deste informativo, sem necessidade de autorização prévia.


3 de out de 2011

Ter animal silvestre como pet é o maior mico

Quem acha "fofinho" ter animal silvestre como bicho de estimação não pode desconhecer as condições em que eles são capturados e enjaulados, quando a maioria morre de fome, calor ou sufocada. Esta foto é da campanha do MMA contra o comércio ilegal de animais silvestres.
As entidades protetoras dos animais também não livram a pele do comércio legal, autorizado pelo IBAMA, pois ele estimula o mercado ilegal que tem preços menores.

26 de set de 2011

Aqui Vale do Pati

EU FUI ! Mas, ao Vale do Pati. E vi um Parque Nacional (Chapada Diamantina) em construção. Com projetos interessantes de sustentabilidade socioambiental integrando os cerca de 30 descendentes dos colonos pioneiros e que vivem (bem e saudavelmente) como se ainda estivessem no século 19. Produzindo boa parte de sua alimentação e sem tv, telefone, celular, facebook. Sem necessidade de consumir o que não precisam.

Tudo isto está muito perto e protegido por montanhas esculpidas por alterações geológicas espantosas que criam paisagens sublimes e nos lembram como o Universo é maior do que nós e como somos pequenos e limitados. Vi e andei muito: 96 km em 6 dias. Valeu cada passo.

De Martini

3 de set de 2011

Como vender coco

Há quinze anos, numa Kombi, Emir Fayad vende coco num dos pontos mais cenográficos do Rio de Janeiro: ao lado do Monumento Estácio de Sá, no parque do Flamengo. Com uma filha de 22 anos que cursa administração de empresas, está feliz. “Ela é crânio”, diz, orgulhoso. “Mas não sabe cortar coco.”. Se você é daqueles que vende o coco na sua empresa, veja o que pode aprender com quem entende mesmo do assunto:

"Se você tratar bem o guia, está conquistando o turista. É ele que vai trazer o cliente. Sempre tenho à mão um folheto falando dos benefícios do coco. Um cliente fez uma versão em inglês. Também tenho o texto em alemão, chinês, francês e japonês, feitos por outros clientes.".

"Os turistas ficam abismados quando você coloca o coco na mão e dá aquela cortada com o facão. Seria muito mais prático e fácil usar furadeira. Mas a graça, para o turista, está no facão.”.

"Aprendi que, para conquistar, você precisa sorrir e agradecer a presença dos clientes. Outra coisa importante é gravar o nome do freguês. Assim ele fica mais próximo e te dá preferência.”.

"O “cliente quatro estações” tem de ser muito bem atendido porque é ele que me sustenta o ano inteiro. Ou melhor, ela, porque a maior parte da freguesia é mulher. São elas que decidem onde e quando a família vai interromper a caminhada para descansar.”.

"Adoro minha coleção de clientes caninos. Tem a Cheirosa, o Leo, que bebe coco todo dia (o cachorro, não o dono).”.

"Tenho muito cuidado com o que vendo, não encomendo mais do que acho que vou vender. É que coco tem prazo de validade.”.

"Quando está um calor de rachar meu fornecedor fica totalmente atolado. Quer abraçar o mundo com as mãos. Para conseguir meu coco do dia preciso ligar para outro fornecedor.”.

“Em quinze anos de ambulante, só falto mesmo em dias de muita chuva. Assim perco menos dinheiro.”.

Fonte: piauí_março_2010

19 de ago de 2011

4º Encontro de Auditores de Sistemas de Gestão

4º Encontro de Auditores de Sistemas de Gestão

Data: 26 e 27 de outubro de 2011
26 de outubro - Minicursos
27 de outubro - Apresentações Técnicas

Local: Green Place Flat Residence Service
Rua Dr. Diogo de Faria, 1201 Vila Mariana
São Paulo/SP

Objetivos:

  • Apresentar tendências nacionais e internacionais de Sistemas de Gestão e das suas Certificações;
  • Aprimorar a competência dos auditores que já atuam no sistema;
  • Promover maior integração entre profissionais que atuam nas áreas;
  • Contribuir para aumentar o valor da certificação dos sistemas de gestão das empresas já certificadas.


Público:

  • Auditores;
  • Estudantes;
  • Colaboradores de Empresas;
  • Organismos de Certificação e treinamento;
  • Representantes da ABNT e INMETRO.

Temário

  • Tendências nacionais e internacionais dos sistemas de gestão;
  • Qualificação de auditores para certificação de sistemas de gestão;
  • Mecanismos para manutenção da capacitação dos auditores;
  • Importância das características pessoais dos auditores;
  • Auditoria como instrumento que agrega valor a sua empresa.

Secretaria do Evento

ABENDI
Rua Guapiaçu, 5 – Vila Clementino - Cep 04024-020 - São Paulo – SP
Site: www.abendi.org.br
E-mail: eventos@abendi.org.br

16 de ago de 2011

Nova NR à vista: Trabalho em Altura

Terminou na semana passada a consulta pública da proposta de texto do Ministério do Trabalho para criação de Norma Regulamentadora sobre Trabalho em Altura. Esta nova norma estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.

Entre as novidades da futura norma está a avaliação do trabalhador em altura quanto aos fatores psicossociais e exame médico voltado às patologias que poderão originar mal súbito e queda de altura.

A foto acima, do acervo do New York Times, mostra a rotina dos trabalhadores que construíram os arranhacéus em Nova York, nos anos 1920/1930.


9 de ago de 2011

Erros ao definir metas corporativas

Na semana passada, ajudei um novo cliente a redefinir suas metas corporativas da qualidade, saúde, segurança e meio ambiente. É comum encontrar organizações com metas irrelevantes para as suas atividades ou inconsistentes. Em geral, os principais erros cometidos nas empresas ao definir metas corporativas são:

O inferno está cheio de boas intenções. Metas difíceis iludem. Boas intenções não bastam se não forem realizadas. Metas podem ser desafiadoras, mas também precisam ser realistas e úteis. Mais importante do que a agressividade da meta é a qualidade da análise das informações e a definição das oportunidades que serão implementadas.

Se o cego guia o cego, ambos correm o risco de cair. Por isto, a meta deve ser mensurável para permitir o seu monitoramento, conhecer a sua evolução ao longo do tempo e permitir a correção do rumo quando necessário.

Quem tudo quer, tudo perde. É preciso não perder o foco. Empreender muitas coisas simultaneamente faz com que se desconcentre do que é importante, podendo chegar ao fim sem nenhuma.

De Martini

1 de ago de 2011

Boa ideia!

Quando os desenhos ou propagandas finalmente usarão a imagem de uma lâmpada fluorescente compacta ao invés de uma lâmpada incandescente como símbolo de boa ideia? Hoje, o consumo da fluorescente é muito maior e a lâmpada incandescente, em franco desuso, é o oposto de um símbolo inovador, já que é um invento do século XIX.

Porém, um grande problema atual da lâmpada fluorescente compacta (que consome 5 vezes menos e dura 8 vezes mais)
é o seu descarte final, pois ela contém mercúrio. No Brasil apenas 2% das 100 milhões de lampadas fluorescentes são recicladas. Este assunto não é divulgado, mas a destinação final destas novas lâmpadas poderá trazer graves problemas ambientais e de saúde pública caso não sejam feitos os controles adequados.

De Martini

18 de jul de 2011

Não faça do power point um sonífero

"Se 1 imagem vale mais que 1000 palavras, mostre este provérbio com 1 imagem". Millôr Fernandes.

Agora, para desmoralizar de vez este milenar provérbio chinês, o mal uso do power point nos deixa reféns de apresentações chatérrimas com dezenas (ou centenas) de slides.

Na semana passada, um suicida americano não deixou um bilhete com rápidas desculpas e justificativas, mas uma apresentação em power point com 48 slides! Não à toa, na Suiça foi criado um Partido Anti Power Point (APPP)
.


Para mim, o problema é o uso banal e sem parcimônia do ppt, desvalorizando o excelente recurso de fixação de um conteúdo pela imagem.

Moral da história:
u
ma palavra vale mais que 1000 imagens em power point.
De Martini

10 de jul de 2011

Como carregar o piano na sua empresa

"É melhor carregar um piano com um bom profissional magrinho do que com seis curiosos fortões”. De quem é essa frase de efeito? De algum guru da qualidade? Nada disso.

Seu autor é Jair Duarte, carregador de pianos que trabalha numa loja de instrumentos musicais em São Paulo e não tem feito outra coisa que não seja carregar pianos de até 700 quilos! Homem humilde, que só tem o primeiro grau, Duarte é uma daquelas pessoas que se tornaram sábias com a experiência.

Se você é daqueles que carregam o piano na sua empresa, veja o que pode aprender com quem entende mesmo do assunto:

"As pessoas pensam que carregar piano é só força, mas o importante é a delicadeza."

"Quando tem elevador pequeno ou escada estreita, o jeito é inventar. Não deixo de cumprir minha missão por causa de um obstáculo”.

"Procuro falar pouco e ouvir bastante. Assim respeito o temperamento do cliente e corro menos risco de dizer besteira”.

"Se o piano não passa pela porta, eu quebro a parede. Às vezes você precisa destruir o que já está feito para fazer bem o seu trabalho”.

"Carregar um piano de maneira errada dá problemas na coluna. Não faço loucuras. Trabalho para sobreviver, não para me matar”.

"Estamos no século 21 e anda não inventaram uma máquina capaz de carregar um piano. Isso prova que a máquina não substitui totalmente o homem”.

"Quando faço a entrega, estou contribuindo para a realização de um sonho. Trabalho mais satisfeito quando penso que estou contribuindo para o bem-estar de alguém”.

"Tem gente que fica tão feliz com a chegada do piano que não deixa eu ir embora. Escuto tudo com atenção: se você é atencioso, o cliente nunca o abandona."

Fonte: Você S.A., nº 18.

1 de jul de 2011

Olha por onde anda ! Pegada Ecológica

fonte: Option-G

Cada pessoa tem sua pegada ecológica que é a relação entre os seu hábitos cotidianos e o meio ambiente. Este índice de sustentabilidade foi criado para calcular a área de terra necessária para a produção e a manutenção de bens e serviços consumidos por uma comunidade.

Existem métodos para estimar a pegada ecológica de um indivíduo, de uma família, de um país. Quanto mais você consome, mais resíduos são gerados, aumentando a sua pegada.

Mas você tem como reduzi-la. Por exemplo, quando uma tira das suas sandálias arrebenta, guarde a outra tira boa como reserva. Como elas acabam soltando mesmo, use-a na sandália seguinte ao invés de comprar outras sandálias que seriam mais resíduos quando fossem descartadas.
Falando nisto, o
desenho deste de Pegada Ecológica é uma boa ideia para as Havaianas, não ?
De Martini

18 de jun de 2011

Biblioteca de bolso de livros muito finos

Onde os Ruralistas e Eu Discordamos | Aldo Rebelo

Os Pecados de Minha Vida | Irmã Dulce

EIAs/RIMAs Cumpridos Integralmente

A Contribuição de Luan Santana à Musica Brasileira

Catálogo de Produtos Chineses Inovadores

O Valor Nutritivo do Fast-Food

Minha Vida na Terra | Jacques Yves Cousteau

50 anos de programas inteligentes na TV

10 de jun de 2011

Ipê de luz amarela

Nada é o que nos parece. Principalmente na era photoshop.
Este tronco de ipê, usado como poste e que voltou a florir, virou atração em Porto Velho. Se real, o correto é a sua libertação como objeto de uso, com a transferência da fiação para um novo poste, obviamente de origem não florestal.
De Martini

2 de jun de 2011

Museu de Grandes Novidades

A ideia de utilizar garrafas usadas como casco no veleiro Plastiki, veja post anterior, é uma inovação ... de 40 anos atrás.
O desenhista Al Jaffee, brincando, sugeriu o mesmo no início dos anos 1970 como forma de reaproveitamento do lixo doméstico. E foi levado a sério nos século 21 para estimular a conscientização sobre reciclagem e poluição marinha.

De Martini

20 de mai de 2011

Veleiro de 12.500 garrafas PET

O livro "Plastiki - Across the Pacific on Plastic: An Adventure to Save Our Oceans", de David de Rothschild, conta a história de construção deste catamarã de 60 pés todo feito com material reciclado e sua viagem Estados Unidos - Austrália. Foram utilizadas 12.500 garrafas PET recicladas, mastro com alumínio reaproveitado, velas idem etc.
De Martini

17 de mai de 2011

CONAMA 357 alterada pela 430

Como o informativo da De Martini Ambiental adiantou em 07/04/11, foi aprovada em 13/05/11 a nova Resolução CONAMA sobre as condições e padrões de lançamento de efluentes, alterando a Resolução CONAMA 357/2005.

As inovações da nova resolução visam o aprimoramento dos mecanismos de gestão e condições e parâmetros específicos para efluentes de tratamento de esgotos sanitários. Os efluentes oriundos de serviço de saúde estarão sujeitos às novas exigências definidas e poderão ser lançados, observadas as normas sanitárias, em rede coletora conectada à estação de tratamento.

Os efluentes não poderão conferir ao corpo receptor características de qualidade em desacordo com as metas obrigatórias progressivas, intermediárias e final, do seu enquadramento. A resolução define normas para o lançamento de efluentes em emissários submarinos.

7 de mai de 2011

Poesia numa hora dessas ? Código Florestal

Seus modos são poluidos como o ar,
De ambos sobem nuvens insalubres

E tingem de vapores ruins os céus da vizinhança.


John Norris, poeta inglês do século 17

O impasse na votação do Código Florestal está relacionado tanto com a moral de alguns deputados quanto ao retrocesso na alteração do código.
De Martini

30 de abr de 2011

Poesia numa hora dessas ? Riocentro

Glória, glória, Aleluia!
Imagina o orgulho meu, ali no escuro
Bomba na mão,
Sabendo que, deste lado do muro,
Aqui, comigo,
Está a História.
Do meu lado,
Me olhando com carinho de suas tumbas,
Vejo Savonarola, Hitler, Torquemada, Stalin, Franco,
Me estimulando do passado,
Enquanto me preparo e me concentro
Pra acionar com precisão o meu engenho,
Que fará explodir toda essa gente,
Lançando em pedaços, no ar quente,
Os vultos de Mozart, Beethoven, Mahler, Callas, Wagner, Caruso,
Que tocam e cantam insistentes.
Noite adentro,
O seu som imoral,
No Riocentro.

Millôr Fernandes


Do lado de dentro do muro estavam eu e milhares de pessoas em torno de um evento musical e de protesto quando ocorreu um dos acontecimentos mais lamentáveis realizado pelo Estado de Exceção para tentar anular a identidade adquirida pela sociedade brasileira através do compartilhamento de crenças, explicações e valores.

De Martini

18 de abr de 2011

Dia da Terra - 22 de abril

"Não há passageiros na espaçonave Terra. Somos todos tripulação", Marshall McLuhan, 1964

Imagem
: Everything Studio

12 de abr de 2011

O que você precisa saber sobre o Código Florestal


Este vídeo de 3 minutos explica o que mudará se o Código Florestal Brasileiro for revisado e o que podemos fazer.

1 de abr de 2011

Pegadinha Ambiental


Esta ótima pegadinha trata de coleta seletiva e mostra que mesmo em países desenvolvidos e com um bom nível de instrução da população, como o Canadá, ainda há muito o que fazer em conscientização ambiental. Observem o número de pessoas que passam indiferentes pela garrafa.

De Martini

29 de mar de 2011

ABC do BBB pela mãe do Daniel

Hoje eu estava no Aeroporto de Recife aguardando o vôo ao lado de uma senhorinha doida para puxar papo. Às 5:30 da matina. Eu, zonzo de sono.

- Você vai pra onde ?

- Pro Rio.

- Eu também. Vou pro Big. Meu filho tá na casa.

- A senhora vai pra casa do seu filho em Campo Grande ? Big Field ?

- Não! Meu filho é o Daniel. O Daniel do Big Brother !

Xiii... Eu não ia falar pra ela que sei nada de Big Brother e faço questão de não saber. Tentei ser gentil e interessado.

- A senhora vai ficar no Rio até ele sair ?

- Você esqueceu que a final é hoje ?! O Daniel, mais Maria, mais Wesley. Sai tudo hoje.

- E como ele conseguiu entrar ?

- Tava 5 anos na internet até conseguir.

- Mas ele não conhecia ninguém na Globo para indicá-lo ?

- Conhecer ele conhecia...

- E qual é a estratégia dele para conseguir os votos ?

- Ele tá lá um tempo que eu não aguentava. Três meses.

- Ele trabalhava antes de ir pra lá ?

Percebi que ela ficou espantada com a pergunta imbecil:

- Ele tem um abrigo com 30 velhinhas ! Se ele ganhar o milhão vai poder aumentar o abrigo para mais velhinhas.

Devia ser esta a estratégia. Desejei boa sorte ao Daniel e me levantei para o embarque. Ainda a escutei falando para duas pessoas vestindo camisas com a foto do Daniel:

- Õ homi ignorante !

24 de mar de 2011

Comer Animais

Acabei de devorar o ótimo livro “COMER ANIMAIS”, de Jonathan Safran Foer, que nos faz pensar sobre o significado de comer outro ser vivo para sobreviver e suas consequências, como “a pecuária faz uma contribuição, para o aquecimento global, 40 % superior a todos os meios de transporte do mundo somados. É a causa número um das mudanças climáticas” (p. 51).

Para mim que estou numa fase de transição (não como carne vermelha há 1 ano) é um ótimo estímulo para continuar.

De Martini

10 de mar de 2011

Recipientes inovadores para coleta seletiva


Coleta Seletiva de resíduos urbanos em Cascais, Portugal, com detalhe do volume de cada coletor oculto abaixo da rua.
Simples, elegante e prático.

Nova Norma ABNT sobre ficha e rotulagem de resíduos

As empresas deverão elaborar rótulos e fichas com dados de segurança dos seus resíduos, conforme já fazem com seus produtos químicos através das FISPQs (Fichas de Informações de Segurança de Produtos Químicos).

Entrou em vigor em fev/2011 a nova Norma ABNT NBR 16725:2011 Resíduo Químico - Informações sobre Segurança, Saúde e Meio Ambiente - Ficha com dados de segurança de resíduos químicos (FDSR) e rotulagem.

A principal finalidade do rótulo e da ficha FDSR é melhorar as condições de armazenamento, transporte e destino dos resíduos, obedecendo as melhores práticas de segurança e proteção ao meio ambiente e à saúde das pessoas, auxiliando os trabalhadores e profissionais em possíveis procedimentos de emergência.

fonte: Siquirj Informa n° 115

28 de fev de 2011

Dia de Limpeza ... do Everest !


A mudança climática provocou o aparecimento de toneladas de lixo e vários cadáveres deixados para trás pelos escaladores do Everest. Este vídeo (1'31") mostra a escalada do nepalês Namgyal Sherpa e sua equipe à montanha apenas para limpar a chamada zona da morte, região acima de 8 mil metros de altitude e com ar rarefeito, quando os escaladores, exaustos, livram-se de parte do que carregam.
Mesmo os resíduos e mortos que foram enterrados, agora ressurgem com o degelo. Entre os resíduos removidos estão as barracas e cordas da primeira expedição a alcançar o cume do Everest, em 1953.

De Martini

3 de fev de 2011

Oceanário de Lisboa: Aquário Fantástico !!!


Neste gigantesco aquário com 5.000.000 de litros vivem pacificamente cerca de 100 espécies diferentes (tubarões, arraias, peixe-lua, barracudas etc), dos 7 mares. Graças aos seus 7 metros de profundidade, é também possível distinguir perfeitamente entre as espécies que preferem nadar à superfície das que vagueiam junto ao fundo.
De Martini

31 de jan de 2011

Dragão marinho de verdade !


Não é o celacanto e não provoca maremoto. Mas precisa de São Jorge da Capadócia e de leis para protegê-lo do homem e evitar sua extinção. Esta criatura exótica (Phycodurus eques) apenas existe no sul da Austrália e assemelha-se a uma alga devido aos apêndices em forma de folha que possui ao longo do corpo. Estes animais estão sujeitos à poluição e à captura excessiva e, por isto, são protegidos por lei.
De Martini

21 de jan de 2011

O vegetariano ético

O aniversariante do dia é o eng. Deiner Barbosa, giga-consultor da siderurgia e que, além de colecionar vários projetos na área, encontra tempo para militar pelo vegetarianismo ético. Com sua conduta convence muitas pessoas, inclusive eu, por enquanto parcialmente, pois já não como carne vermelha.

Seu texto que ponho aqui no blog foi publicado na Revista "Carta Capital" em uma matéria sobre cenários futuros.

Salve Deiner ! Ou melhor em latim, para quem gosta tanto de animais:
Ave Deiner !


De Martini

12 de jan de 2011

Meus 100 posts favoritos ou não

Pessoal,

Não são os 1.000 gols do Pelé ou os 103 anos do Niemeyer. Nem as 100 milhões de cópias de Thriller do Michel Jackson. Mas este é o centésimo post daqui do Blog De Martini desde que resolvi compartilhar semanalmente as muitas informações interessantes de meio ambiente, saúde e segurança que recebo de várias fontes. E, pelo retorno e acessos, foi uma decisão correta e agora também disponível no facebook (Luiz Carlos De Martini).

Não são os 30 títulos cariocas do Fluminense, nem os 100 melhores filmes de todos os tempos. Mas é o grão de cada dia que enche o papo da galinha e são os 42.195 m da maratona.

De Martini

10 de jan de 2011

Novo risco do trabalho por luz solar

Pessoal,

Novas condições climáticas vêm alterando os ambientes de trabalho e criando um novo risco para o trabalhador em função do aumento geral da exposição a radiação ultravioleta (UV) por luz solar. Como esta radiação é acumulativa e o trabalhador está exposto ao sol durante o horário de trabalho e também fora dele, deixa-o mais sensível à radiação UV no trabalho, sendo mais crítico em países tropicais como o Brasil. Assim, há necessidade de medidas de prevenção e proteção no local de trabalho, como o uso de filtro solar.


Está em tramitação no Senado, para posterior aprovação da Presidente da República, um projeto de lei que obriga o empregador a entregar filtro solar a trabalhadores expostos ao sol entre 7 h e às 18 h, independente do tempo da jornada.


De Martini

3 de jan de 2011

2011 - Ano Internacional das Florestas

Quando uma árvore é cortada ela renasce em outro lugar.
Quando eu morrer quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz.

Antônio Carlos Jobim, compositor brasileiro

Pessoal,

Para conscientizar a sociedade para uma vida sustentável no planeta, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2011 como o
Ano Internacional das Florestas.

No nosso caso específico, Tom Jobim sempre lembrava que "o Brasil é o único país do mundo com nome de árvore. A gente tem que se orgulhar disso.”

Espero que o maestro Jobim, onde estiver cercado de árvores, tenha motivos em breve para ter orgulho de nós.

De Martini